Portal CNM

(61) 2101-6605

Municiência - Municípios Inovadores
Municiência - Municípios Inovadores


Reitora destaca fortalecimento de parcerias institucionais de Municípios e universidades

Espalhe esse conteúdo:

Facebook
Quarta, 27 de setembro de 2017.

Ag. CNMA parceria entre universidades e prefeituras em prol da melhoria na qualidade da gestão dos Municípios é um dos eixos de destaque da etapa mineira do Diálogo Municipalista, que começou nesta quarta-feira, 27 de setembro, na cidade de Ouro Preto (MG). O encontro é promovido pela Confederação Nacional de Municípios (CNM) em parceria com a Associação Mineira de Municípios (AMM).

Presente no evento, reitora da Universidade Federal de Ouro Preto (UFOP), Cláudia Marliere, defendeu que alianças dessa natureza constituem uma relação primordial e complementar para a sociedade, mas observa que a manutenção dessas parcerias deve ocorrer em âmbito institucional, de forma que “passe o reitor ou passe o prefeito, permaneçam consolidadas em programas, projetos e ações”.

Embora sempre existam intenções e abordagens de ambas as partes (gestão municipal e universidades), a reitora descreve que colocar os projetos em prática nem sempre é algo simples. “O timing de uma organização, muitas vezes, não é o timing da outra, mas isso não deve ser visto como um impedimento”, explica. “Precisamos ter uma relação institucional, como expliquei, visando a melhoria e o retorno para a sociedade”, completa.

“Sempre defendi que as instituições públicas federais – sejam quais forem – devem trabalhar juntas. Governança e parceria são de extrema importância para os dois: instituição e universidades. Nunca vi sentido em trabalhar só”, afirma. Independentemente dos desafios impostos, a reitora demonstra otimismo ao falar de alianças institucionais. “Vejo um crescimento imenso neste sentido”, aponta.

Segundo a reitora, desde que assumiu a UFOP tem recebido em seu gabinete demandas de prefeituras, sendo muitas delas associadas à ampliação do campus. Ela explica ser notável a aposta por parte desses gestores de que a presença da universidade em suas cidades gera desenvolvimento e renda, direta e indiretamente. “Independentemente de haver uma universidade ou não, temos como trabalhar juntos para o crescimento social e econômico, numa parceria em que é preciso identificar a verdadeira vocação desses Municípios com o que a universidade pode vir a contribuir, mas para que isso ocorra é essencial que haja interesse por parte dos gestores. É preciso ficar claro o papel de cada instituição”, conclui.

Com o tema MuniCiência: Por Uma Gestão Inovadora, o evento promove o debate construtivo e a troca de experiências, visando o reflexo para a população e o incremento de receitas locais. O encontro busca ainda fortalecer a luta pela autonomia e prima pelo desenvolvimento municipal. O MuniCiência faz parte do Projeto UniverCidades - plataforma para o desenvolvimento e governança municipal, realizado pela CNM em parceria com a União Europeia.

Acesse o portal aqui